21 de dezembro de 2009

Me conta

Quantas pessoas importam para você? De todas as pessoas que passaram pelo seu caminho, das que se foram e das que ainda permanecem, quantas te fazem se sentir fundamental? Quem te transforma em poesia e quem de põe no lixo?

Será que você consegue listar?

Será que as fundamentais são apenas aquelas que te adulam, passam a mão na sua cabeça e te ligam quase todos os dias?

É preciso dizer eu te amo para poder ser amado? Vocês preferem as palavras ou as atitudes? Quanta verdade você suporta ver, ouvir e sentir, antes de sucumbir?

Quantas pessoas já te abandonaram e te magoaram? Para quantas quis ligar, quis abraçar, e não teve coragem?

Quem você quis amar e não teve a oportunidade? O que estas pessoas têm de especial? Por que elas são tão importantes?

Me conta!

Teus amigos de infância ainda são os mesmos de hoje? Você têm amigos de verdade ou só colegas de farra e ocasião?

De quem sente saudades? Se tivesse o poder de ressuscitar alguém ou de reconhecer um espírito reencarnado, quem seria? Escolha!

Que tipo de pessoas você costuma amar? Que tipo de expectativa você cria ou que tipo de retorno espera? Você ama com facilidade? Você ainda se permite se apaixonar?
Me conta. Por favor

Para quem você realmente desejaria um Feliz Natal? Para quantas você espera que o ano seja realmente novo? Quantos presentes você comprou? Quantos acha que vai receber? São de coração?

Será que o coração da gente seca? Será que o amor é um sentimento esgotável? Para quem você pediria perdão? Quem deveria lhe pedir? Sua vida depende destes pedidos?

Teu corpo ficaria mais leve se dessem uma faxina no seu coraçãoe na sua alma?

10 comentários:

@le Johnny disse...

Eu.

Texto sensacional. Parabéns!

Guiga disse...

Muito bom o texto! Faz pensar...
Eu tenho algumas amigas de infância, algumas da faculdade, e algumas que conheci por internet! Sei que posso contar com todas elas, de um jeito ou de outro...e sei quem só gosta de mim, e quem me ama meeeesmo. A maioria delas eu vejo só de vez em quando mas é bem nessas: a gente se sente amado mesmo sem ter que dizer, fazer, ou ver.
E tem uma bichinhas que moram no Rio, e quem a gente nem conhece, mas gosta de um jeitinho todo especial, como se fosse amiga de colégio! Hehehehe! E eu desejo FELIZ ANO NOVOOOOO do fundo do coração! ;)

The Best disse...

A um tempo átras li um texto que dizia o seguinte: "Nunca deixe para amanhã o gesto que pode ser feito hoje, por mais simples que possa ser. Pois somente saberemos o tempo perdido quando não tivermos mais oportunidade de faze-lo."

Eu vivi essa experiência quando perdi meu pai e senti que poderia ter feito muito mais do que fiz e que o pouco que fiz não foi nada.

Hoje tenho poucos amigos, mas fiéis. Alguns de infância, outros mais recentes e não sei dizer qaunto apesar de poder contar nos dedos, porque o importante não é a quantidade e sim a intensidade.

O texto está muito bom para um reflexão e merece entrar, em parte na retrospectiva e planejamento de uma ano novo melhor.

Camila disse...

Perguntas importantes, flor

Lis. disse...

Sumida do pedaço?

..................

Tudo na vida é difícil, e superar obstáculos ainda mais.

..................

Cursando psicologia e querendo ser feliz decidi levantar tese sobre a felicidade. Tudo começou quando um professor corrigiu-me porque citei a palavra felicidades. Felicidades não existe, pois felicidade é uma só...

Há muitas alegrias nesta vida, e a felicidade é o compêndio de todas as alegrias que um individuo poderia ter na vida...

Mas como separar as alegrias das tristezas, se precisamos das tristezas como contraste?

Tristezas são importantissímas no delineamento da felicidade, para que se possa evidenciar as alegrias.

Então a felicidade não existe, não há felicidade alcançável, o que há é apenas um senso direcional.

Para um lado culmina o sofrimento (que também não existe) e para o outro lado oposto presponta a felicidade.

A fecicidade é o caminho, há muita gente que sabe disso... Mas veja, trilhar um caminho sozinho?

Felicidade é uma só para mim, para você, para todos nós, para amigos, para inimigos, para qualquer um.

Já imaginou se você tivesse cinco mil amigos por ti e você fizesse parte de um grupo de cinco mil amigos todos voltados por um?

Vou voltar no tempo, e me deparar com o Cristo (aquele que ensina), Jesus de Nazaré...

Estava ele no deserto cercado por milhares de pessoas, e como não havia sistema de som na época, pedia a multidão que tomasse assento em pequenos grupos formados por 50 pessoas.

Rodeava esses grupos e instruia-os da maneira de se unirem. Notou que algumas pessoas trouxeram alimento e outras não. Transcorria tempo, e num dado momento tomou o alimento que tinha para si e repartiu como exemplo de solidariedade, pendindo que fizessem o mesmo. E o que sobrou foi recolhido pelos apóstolos...

F-E-L-I-C-I-D-E é S-E-M-E-N-T-E.

Uma semente...

Não há felicidade sem um projeto. Pois trilhar um caminho à... sem projeto? Sem direção?

Sozinho?


ps. Querida... seu texto é bonito... mas, diante do que é grande, é melhor ser esquecido!


Cumprimentos.

garotabossanova disse...

O que sei é que à despeito de todas estas perguntas que vc elencou o que dobra no final é a certeza de que poucos são aqueles com quem podemos contar de verdade, poucos são aqueles que choram conosco e nos abraçam verdadeiramente...Mas ainda assim viver vale à pena! Um beijo! :*

Mulher na Polícia disse...

Que ótimo texto pra refletir!
Que ótimo blog pra visitar.

Que ótimo!

Felicidade Clandestina. disse...

Eras, sem palavras
para esse teu texto!!
*-* Tah a coisa mais perfeita.

ótimo! FELIZ NATAL' rs

Ana D disse...

Pensei muito na sua pergunta...Tenho minhas respostas e fiquei feliz com elas...rsrs Belos dias em 2010 rs

Dani disse...

Isso mesmo limpezas e repaginadas na alma e na cabeça!!!!
Beijos e bom 2010


Faxina

Siga esta onda

Related Posts with Thumbnails

Siga esta onda

Related Posts with Thumbnails