10 de maio de 2008

Alucinação

...) Não estou interessado em nenhuma teoria, em nenhuma fantasia, nem no algo mais. Nem em tinta pro meu rosto ou oba oba, ou melodia para acompanhar bocejos, sonhos matinais. Nem nessas coisas do oriente, romances astrais. A minha alucinação é suportar o dia-a-dia, e meu delírio é a experiência com coisas reais. Um preto, um pobre, um estudante, uma mulher sozinha. Blue jeans e motocicletas, pessoas cinzas normais. Garotas dentro da noite, revólver: cheira cachorro. Os humilhados do parque com os seus jornais. Carneiros, mesa, trabalho, meu corpo que cai do oitavo andar. E a solidão das pessoas dessas capitais. A violência da noite, o movimento do tráfego. Um rapaz delicado e alegre que canta e requebra, é demais. Cravos, espinhas no rosto, Rock, Hot Dog, "play it cool, Baby". Doze Jovens Coloridos, dois Policiais. (...)

:: Amar e mudar as coisas me interessa mais ::
(Belchior)

15 comentários:

Mike disse...

a minha alucinação é suportar o dia-a-dia...
disse tudo!!!!

grande abraço

dZ disse...

pessoas cinzas normais...

Alexandre Gil disse...

adorei um preto, um pobre, ....

como vc mesmo disse, nos grandes centros, temos a opção de vermos a violência urbana (flanelinhas, mendigos, assaltos, prostituição infantil e vamos...).

Ou ocupar nosssos olhos com um pequenique no parque, um voluntariado em hospitais ou asilo de idosos,... é uma maneira muito mais real e alegra muito mais a gente, lembrar e se sentir humano e nao bixo (sintese da violência urbana), faz bem a nossa saúde e torna uma fatia desta cidade melhor!
grande txto

Luiz disse...

o querida, fica assim não ! Costumo dizer que ser zen no Tibet é mole. Quero ver ser zen nesse contexto todo alucinado. beijo

Estava Perdida no Mar disse...

Gente...o texto não é meu. É a letra da música Alucinação do Belchior.
Mas tudo a ver, né?
Beijos

Jana disse...

é querida, é bem isso, suportanto o dia a dia..

beijo

.Ná. disse...

Esse negócio de suportar o dia-a-dia é alucinante mesmo!
Bjos

Di disse...

Enfrentar o dia-a-dia é alucinantemente complicado e cansativo. Amar muda as coisas, muda nosso olhar pro mundo.

Di disse...

Já disse que te adoooro?
Dias lindos pra você, mesmo os cinzentos quero que sejam lindos pq a beleza não está fora de ti, está em você.
beijinhos

Shake disse...

Gata, é vc que escreve essas coisas ou vc copia ?? Do tipo:

Não me prendo a nada que me defina. Gosto de ser várias ..

Adorei, se for vc que escreve me manda um e-mail, queria transformar isso em musica, adrianomassa@yahoo.com.br

Tô esperando, beijos ...

Nathália disse...

Adoro o cinza e a solidão das pessoas. Não sei porque, mas vejo um charme incrível nisso tudo.
Principalmente quando, por alguns instantes, conseguimos mudar essa realidade, nem que seja um pouco.

:)

Beijo!

Vivianne Rocha disse...

Entaõ, na verdade nunca postei, porque minha vida é a maior correria, mas hoje tirei o dia pra ficar olhando os Blogs. Se eu nao me engano, eu encontrei o seu no Blog da Bianca (Entrelinhas).

Fico feliz, eu tenho orkut sim, te adiciono quando eu chegar em casa ok

Bjinhos

Vivi

Flavio disse...

Sabe, sem ataques bairristas, eu fico contente por ter nascido em uma cidade do interior, nem tão agitada como as capitas, nem tão rural quanto as do interior. Acho que ficaria maluco!

Beijos.

AnaLua disse...

Já nos basta o surrealismo nosso de cada dia, não é mesmo? Bela letra de música, bela escolha pro post. Beijo!!!!!!!!!

Maria Fernanda disse...

Amar é tão bom!

Siga esta onda

Related Posts with Thumbnails

Siga esta onda

Related Posts with Thumbnails